Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Férias eróticas

por Mafalda, em 15.08.14

 

Férias Eróticas

Não resistiu ao meu “piscar de olhos” quando lhe propus que usufruíssemos de umas férias temáticas: “estratégias de sedução”.

 

A Costa Vicentina fez naturalmente a sua parte. Romântica, sedutora, misteriosa e ousada. Quanto a nós?! Deleitámo-nos aos prazeres de (re) descobrirmos sinais secretos das “danças” de acasalamento, num ardente jogo erótico de (re) conquista mútua.

 

Desfrutamos dos lugares, das águas frescas de praias exóticas, dos prazeres da boa comida e tornámos a casa de campo, onde nos instalámos, no centro dos nossos preliminares para longos dias e inesquecíveis noites de luxúria e volúpia.

 

Deixamos os corpos falar. Fomos assim descobrindo quando cada um começava a estar pronto para o sexo. As provocações e insinuações por expressões faciais e corporais, o tormento de não deixar que o outro se aproximasse, o toque e os estados de explosivos de paixão.

 

 

Provocar, “atormentar” e tocar no parceiro é um dos mais excitantes e gratificantes jogos de sedução. Levar o outro a já não conseguir sequer olhar para nós sem ficar vermelho de desejo deixando-o de joelhos num nanossegundo, é das mais excitantes experiências eróticas.

 

Estivéssemos nós no sofá, no restaurante, num bar ou na praia, quando o fixava e começava por levar as minhas mãos a pousarem e deslizarem estrategicamente junto à nuca, aos seios, ventre e nádegas, soltando risos de prazer enrolados na conversa saída de uma boca descontraída com os lábios numa posição de quem está preste a receber um beijo… começava ele a dar sinais com aqueles olhos negros brilhantes e húmidos já com as pupilas grandes e dilatadas.

 

As frases começavam a ser mais curtas, a ficar inacabadas, a respiração acelerava… retirávamo-nos sorrateiramente já de coxas tensas e com as ancas a ganharem movimento de impulsão subtil tão sugestivo, quanto deliberado, até que nos cruzávamos com o momento e o local em que os lábios, vermelhos e inchados, se entrelaçavam arrastando consigo os corpos quentes.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)





Mais sobre mim




Envia-me a tua mensagem




Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D