Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

Fantasias… guarde-as para as partilhar naquele Momento

Tem uma fantasia? Eu também…

Quer concretizá-la? Eu também…

Falei com o meu companheiro e transformei-a num jogo entre nós!

 

A Grande Pergunta é: quando devemos revelar o nosso desejo? Lógico que temos sempre medo que nos ache loucas, que não pactue connosco neste desafio e fique aborrecido (senão pior).

 

Eu tenho um segredo: sempre que quero dizer algo muito difícil e não sei como o fazer, espero por Aquele Momento! Aquele depois do orgasmo, em que estamos na cama… de rastos e completamente embevecidos de amor e carinho um pelo outro. Na minha modesta opinião, este é o melhor momento para dizermos tudo o que nos vai na alma! Se usarmos aquela voz meiguinha, enquanto estamos enroscadas no colo deles… Não há hipótese!

 

Mas existe outro!

No auge do sexo existe uma altura em que eles fazem tudo o que pedimos… a mesma, em que eles resolvem por vezes armar-se em actores porno! Nessa altura é o momento ideal para lançar uma bomba: “E se…” Puxe pela imaginação, não quer que lhe faça um desenho, pois não?

Se ele avançar com mais força, gostou da ideia… se não achou piada, pode parar por uns instantes, mas o seu instinto animal vai impeli-lo a continuar o acto!

Somos mulheres inteligentes e, por isso, precisamos de moeda de troca! Primeiro damos algo que sabemos que eles poderão querer, para que depois possamos pedir o que nós queremos! E é assim que vamos concretizando as nossas fantasias!

 

Quando descobrimos algo que o outro quer, transforma-mos isso num jogo! As regras: o que podemos ou não fazer… onde vamos procurar… tudo tendo em conta o género de pessoa com quem partilhamos o leito da intimidade! TUDO serve para aumentar a libido.

 

Cá por casa, algumas já concretizámos e as outras vamos pensando… sempre a dois!

 

Beijocas

Autoria e outros dados (tags, etc)





Mais sobre mim




Envia-me a tua mensagem




Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D